Dúvidas ProdERGO


O que é ergonomia?

O termo Ergonomia é derivado do grego “ergon”, que significa “trabalho” e “nomos”, que significa “leis ou normas”.
De acordo com a IEA – Associação Internacional de Ergonomia a Ergonomia é a disciplina científica relacionada ao entendimento das interações entre seres humanos e outros elementos de um sistema, e também é a profissão que aplica teoria, princípios, dados e métodos para projetar a fim de otimizar o bem-estar humano e o desempenho geral de um sistema.

A ergonomia baseia-se em muitas disciplinas em seu estudo dos seres humanos e seus ambientes, incluindo antropometria, biomecânica, engenharia, fisiologia e psicologia.

Os Ergonomistas contribuem para o projeto e avaliação de tarefas, trabalhos, produtos, ambientes e sistemas, a fim de torná-los compatíveis com as necessidades, habilidades e limitações das pessoas.

Qual o objetivo da ergonomia?

O principal objetivo da ergonomia é transformar o trabalho de forma a adaptá-lo para obter desempenho eficiente e seguro visando a otimização do bem-estar e, consequentemente, aumento da produtividade.

O conceito de Ergonomia se aplica à qualidade de adaptação de uma máquina ao seu operador, proporcionando um eficaz manuseio e evitando um esforço extremo do trabalhador na execução do trabalho. As lesões por esforço repetitivo (LER) são um dos problemas físicos mais comuns que pode causar limitações ou mesmo incapacidade de trabalhar. Entretanto o estudo ergonômico é muito mais amplo e abrange diversas áreas, como:

Ergonomia Física: que lida com as respostas do corpo humano à carga física e psicológica. Tópicos relevantes incluem manipulação de materiais, arranjo físico de estações de trabalho, demandas do trabalho e fatores tais como repetição, vibração, força e postura estática, relacionada com lesões musculoesqueléticas.

Ergonomia Cognitiva: também conhecida como engenharia psicológica, refere-se aos processos mentais, tais como percepção, atenção, cognição, controle motor e armazenamento e recuperação de memória, como eles afetam as interações entre seres humanos e outros elementos de um sistema. Tópicos relevantes incluem carga mental de trabalho, vigilância, tomada de decisão, desempenho de habilidades, erro humano, interação humano-computador e treinamento.

Ergonomia Organizacional: ou macro ergonomia, relacionada com a otimização dos sistemas sócio técnicos, incluindo sua estrutura organizacional, políticas e processos. Tópicos relevantes incluem trabalho em turnos, programação de trabalho, satisfação no trabalho, teoria motivacional, supervisão, trabalho em equipe, trabalho à distância e ética.

Quais os benefícios da Ergonomia?
  • Melhorar as condições de trabalho
  • Prevenir as doenças ocupacionais e acidentes do trabalho
  • Melhorar a qualidade de vida do trabalhador
  • Aumentar a produtividade
  • Melhorar a qualidade do produto
O que é Análise Ergonômica do Trabalho?

O Ministério do Trabalho publicou a Norma Regulamentadora (NR) 17 – Ergonomia, em 23 de novembro de 1990. Esta NR descreve que para avaliar a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas dos trabalhadores, cabe ao empregador realizar a Análise Ergonômica do Trabalho, devendo a mesma abordar, no mínimo, as condições de trabalho, conforme estabelecido nesta norma.

A Análise Ergonômica do Trabalho (AET) é estruturada em várias etapas que se encadeiam com o objetivo de compreender e transformar o trabalho. A AET constitui um método bastante aberto, uma vez que as ferramentas usuais das coletas de dados podem variar, pois a sua escolha é feita em função da natureza dos problemas apresentados.

É a partir da AET que os riscos são identificados e diagnosticados para que melhorias sejam recomendadas e implantadas afim de transformar o trabalho e proporcionar um máximo de conforto, segurança e desempenho eficiente.

Onde a Ergonomia pode ser aplicada?

A ergonomia é aplicada em vários setores, como por exemplo em locais onde as pessoas trabalham muito tempo sentadas, em caixas eletrônicos, em fábricas e empresas que os empregados passam horas desempenhando uma mesma tarefa, entre outros.

A partir da análise dos locais, com a ergonomia será encontrado o melhor modo para o empregado lidar com a máquina sem que ocorra qualquer dano a sua saúde, como também, uso de meios que possam contribuir para um melhor desempenho do profissional.

Utilizar soluções ergonômicas no local de trabalho é uma iniciativa que pode aumentar significativamente os níveis de satisfação, eficácia e eficiência do trabalhador.